... muitas belezas no nosso Planeta Azul!

 

 

A menina da Malveira

 

Esta linda menina, segundo me disse um companheiro de uma das minhas pequenas caminhadas, por um jardim, em Queluz, veio da Malveira. Encontrou-a lá, ainda pequenina e perdida. Não viu como resolver o problema dela e trouxe-a para Queluz, largando-a na ribeira de Queluz, no jardim e, como podem ver, chegou até aqui, transformando-se numa bela moçoila, naquele local.

 

Ela põe os olhos em bico aos seus companheiros e, juntos, transformam aquele recanto num local belíssimo, deste nosso Planeta Azul. A água está limpinha, pelo menos à nossa vista, mas depois, com a actividade desta menina e sua rapaziada, fica lamacenta. Pudera! Um local de 2-4 patos, há 3-4 anos atrás, é agora cheio de vida de muitas dezenas deles!

 

 

Uma bela buganvília

 

Gosto muito destas flores, multicoloridas, nos muros dos quintais ou nas entradas das belas residências, em qualquer sítio por onde passo.

Esta, como muitas outras, enfeitam as belas residências do Restelo que se tornam mais belas, ainda, quando escolhem buganvílias para as enfeitar.

 

Estava um céu nublado e quando eu olhava as buganvílias, acabava por notar a falta do meu amigo Apolo, mas elas diziam-me: "não esqueças que ele caminha por cima das nuvens, mas continua a iluminar o nosso caminho, Ventor"!

 

E era verdade! Olhando as buganvílias, eu conseguia transformar um céu de chumbo, no seu mais belo colorido - o azul!

 

 

Eu sou um guarda-rios comum (alcedo atthis) e azul, tal como o Ventor gosta. Caminharei por aqui, neste Planeta Azul e, na companhia do Ventor, se nos deixarem

publicado por Ventor às 23:15