Na secura das falésias algarvias, sobrava aqui e ali, uma flor e, alcandorada nela, uma borboleta!

 

junho,04-12al 033.jpg

 

Uma das muitas belezas na torreira do sol

 

Esta minha amiga acompanhou-me, na minha caminhada, numa manhã quase tórrida do mês de Junho, numa falésia algarvia..

Eu sou um guarda-rios comum (alcedo atthis) e azul, tal como o Ventor gosta. Caminharei por aqui, neste Planeta Azul e, na companhia do Ventor, se nos deixarem

tags:
publicado por Ventor às 23:38